Slider

Técnicos da Riviera visitam projetos em Viçosa

09/08/2002

Universidade é pioneira em pesquisas de compostagem

Fechar o ciclo característico do desenvolvimento sustentado, que é o uso responsável dos recursos naturais sem prejuízo para a natureza. Com esse objetivo primordial, a equipe de técnicos da Riviera de São Lourenço, em Bertioga, viajou recentemente a Minas Gerais para conhecer de perto os projetos pioneiros no Brasil de compostagem de resíduos sólidos, desenvolvidos pela Universidade Federal de Viçosa.

Essa instituição de ensino destaca-se internacionalmente por ter iniciado pesquisas e experiências que transformam poda vegetal, lixo orgânico e lodo de esgoto em fertilizante natural, sendo responsável por projetos de inúmeras usinas de compostagem no Brasil e outros países da América do Sul.

Na bagagem, a equipe trouxe a certeza de que a Riviera está no rumo certo às melhores soluções para o problema do lixo urbano, buscando a melhoria contínua estabelecida pela certificação de qualidade ambiental ISO 14001, conquistada no início do ano passado.

A programação incluiu visitas ao Laboratório de Engenharia Sanitária e Ambiental do Departamento de Engenharia Civil da Universidade, em Viçosa, bem como à Usina de Reciclagem e Compostagem da cidade de Guiricema, também em Minas, projetada pela mesma universidade.

Segundo o engenheiro Cyro Boccuzzi, diretor técnico da Sobloco Construtora S/A – empresa responsável pela realização global da Riviera -, a visita confirmou a eficiência de um sistema pioneiro na região que vêm sendo desenvolvido a dois anos, em caráter experimental no empreendimento: a transformação do lodo resultante do tratamento físico químico de esgotos, em fertilizante natural para ser reutilizado no paisagismo da própria Riviera. “Trata-se de um adubo poderoso, tão rico em nutrientes quanto o adubo de frango, com a vantagem de ser mais sadio, totalmente livre de agentes patogênicos e contaminadores”, explica o diretor, salientando que a Cetesb já analisou amostras do material e autorizou o seu uso em jardinagem e reflorestamento.

Atualmente, o lodo de esgoto tratado na Riviera é transportado em tanques especiais para tratamento em outras estações, o que não mais ocorrerá com a implantação definitiva do novo sistema de compostagem. De acordo com o Boccuzzi, isso deverá ocorrer em aproximadamente três meses. A certificação ISO 14001, estabelece que a própria Riviera providencie uma destinação adequada para esse material.

Fonte: Jornal da Baixada – 10 de agosto de 2002


Como chegar
Condição das estradas

Imigrantes e Anchieta

Disque Ecovias:

0800-197878

 

Dutra

Disque Nova Dutra:

0800-173536

 

Carvalho de Pinto e Ayrton Senna

Disque Dersa:

0800 55-5510

 

Veja as Estradas

Cameras online

Tempo na riviera
Bertioga
30°
23°
Thu
21°
Fri
20°
Sat
23°
Sun
25°
Mon
Weather from OpenWeatherMap